Norte da África

África > Norte da África



O Norte é uma região da África. Vários países desta região têm influência da cultura árabe.

PaísesEditar

 
Países do Norte da África

TerritóriosEditar

CidadesEditar

Outros destinosEditar

EntendaEditar

O Norte da África, como região, é muito diferente dos países ao sul. O povo e a cultura são árabes, a comida é diferente e o Islã é a religião dominante. Muitas organizações agora agrupam o Norte da África e o Oriente Médio como MENA (Oriente Médio e Norte da África) porque o Norte da África tem muito mais em comum com países como Síria ou Jordânia do que países como Mali ou Costa do Marfim.

HistóriaEditar

Os povos do Norte da África viram muitos impérios irem e virem, cada um trazendo guerras e contribuições para a cultura local. Antigo Egito foi uma das civilizações urbanas de vida mais longa do mundo, e a Fenícia, Grécia antiga e mais tarde o Império Romano passaram a dominar o Mar Mediterrâneo. Os árabes e o Islã chegaram no século 7 e foram deslocados pelo Império Otomano. O império colonial francês passou a incluir Marrocos, Argélia e Tunísia, e teve o Canal de Suez concluído em 1869. Durante a Segunda Guerra Mundial na África, os italianos e mais tarde os alemães não conseguiram conquistar todo o Norte da África. Após a guerra, os países do Norte da África tornaram-se independentes, exceto alguns territórios costeiros de (espanhol do Norte da África). O Norte da África foi palco da Guerra Fria com líderes principalmente autoritários. Em 2010, a 'Primavera Árabe' começou como uma série de revoltas públicas. A partir de 2020, o resultado foi variado, com a Tunísia adotando uma constituição democrática e a Líbia presa na guerra civil.

IdiomaEditar

O árabe é sem dúvida a língua dominante e a língua oficial em todos os países do norte da África. No entanto, os dialetos árabes são mutuamente ininteligíveis, então não há como um turista que fala o árabe padrão entender um marroquino que fala seu dialeto. No entanto, o árabe padrão é sempre a língua oficial e, com exceção do Saara Ocidental, quase todas as pessoas urbanas são capazes de falá-lo.

O francês é a segunda língua mais conhecida na Tunísia, Argélia e Marrocos, devido a grande parte da história da área como colônia francesa. Na Líbia e no Egito, o inglês é a segunda língua dominante (exceto entre os líbios mais velhos, onde o italiano é mais prevalente)

Muitas pessoas no Norte da África, especialmente na Argélia e no Marrocos, falam o berbere como primeira língua.

ChegarEditar

CirculeEditar

FaleEditar

CompreEditar

ComaEditar

Beba e saiaEditar

DurmaEditar

AprendaEditar

SegurançaEditar

SaúdeEditar

RespeiteEditar

Mantenha contatoEditar

PartirEditar

Este artigo está delineado e precisa de mais conteúdo. Ele já segue um modelo adequado mas não contém informações suficientes. Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!