Myanmar

país da Ásia

Myanmar, ou Birmânia, é um país do Sudeste Asiático.

noframe
Bandeira
Informações básicas

Myanmar foi uma ditadura durante o final do século XX. Com reformas democráticas durante a década de 2010, a situação do país melhorou. A impressionante arquitetura budista e as selvas profundas só recentemente estão ao alcance da maioria dos viajantes.

RegiõesEditar

 
Mapa de Myanmar
Irrawaddy
Myanmar Central
Myanmar Oeste
Myanmar Norte
Myanmar Leste
Myanmar Sudeste

O país está separado em:

EstadosEditar

DivisõesEditar

CidadesEditar

  • Nay Pyi Taw (ex-Pyinmana), a capital administrativa do país desde abril de 2006
  • Yangon (ex-Rangoon), a capital comercial, é uma cidade milenar
  • Mandalay, antiga capital da dinastia Konbaung
  • Amarapura, cidade da seda, a 15 km de Mandalay
  • Sagaing
  • Ava
  • Bagan (ex-Pagan)
 
Estados e Divisões de Myanmar

Outros destinosEditar

  • Monastério Bin
  • Buda Mahamuni

EntendaEditar

O Myanmar é a antiga Birmânia, famoso por sua arquitetura, especialmente os pagodas.

ChegarEditar

É preciso ter visto para brasileiros entrarem no país. Embaixada em Brasília: tel (61) 3248-3747.

De aviãoEditar

A principal companhia aérea do país é a Myanmar Airways International, com voos de Kuala Lumpur, Bangkok e Cingapura. A Thai Airways tem voos diários de Bangkok.

De carroEditar

A partir da Tailândia, há vários pontos de travessia da fronteira. De outros países fronteiços a travessia pode ser complicada.


CircularEditar

De aviãoEditar

Várias companhais locais oferecem voos domésticos econômicos: são elas a Mandalay Air, a Bagan Air e a Yangon Air.

De barcoEditar

Há serviços de ferry de Bagan para Mandalay e para Yangon.

De carroEditar

De autocarro/ônibusEditar

De comboio/tremEditar

A rede de trens de Myanmar é extensa, porém os atrasos são comuns, bem como a lentidão. Cabines-dormitórios devem ser reservados com antecedência.

FaleEditar

O inglês mais básico é ensinado nas escolas e, portanto, serve para uma comunicação simples.

VejaEditar

FaçaEditar

CompreEditar

O Kyat (pronuncia-se tchat) é a moeda local. Um dólar vale oficialmente 6 kyats; entretanto, no câmbio negro vale em torno de 1000 kyats. O câmbio negro é ilegal, mas comum, em mercados, joalherias, lojas e agências de turismo. Há notas com valores estranhos, como 15 ou 35. Cartões de crédito são pouquíssimo aceitos, enquanto cheques de viagem nunca o são. Notas de dólar ou euro devem estar novas, sem dobraduras ou rabiscos. Notas de 100 dólares com numeração iniciada por "CB" são vistas como suspeitas de falsas.

Objetos laqueados e tecidos são os produtos mais populares do país.

ComaEditar

Beba e saiaEditar

DurmaEditar

AprendaEditar

TrabalheEditar

SegurançaEditar

Muitos grupos insurgentes atam em diversos estados do país, próximos às fronteiras da Tailândia e da China. Viajar a essas regiões não é permitido pelo governo sem que haja uma permissão. Além disso, viajar aos estados de Kayah e Rakhine é proibido, devido a assuntos de direitos humanos e conflitos com grupos rebeldes. Os locais permitidos ao turismo são as divisões de Yangon, Bago, Ayeyarwady, Sagaing, Taninthayi, Mandalay e Magwe.

SaúdeEditar

RespeiteEditar

Mantenha contatoEditar

Este artigo está delineado. Ele já segue um modelo adequado, mas não contém informações suficientes sobre o assunto.

Mergulhe fundo e ajude-o a crescer!