Blumenau

terceira maior cidade do estado de Santa Catarina e polo do Vale do Itajaí


Blumenau [1], terceira maior cidade do estado de Santa Catarina, é uma cidade na Região Sul do Brasil. Segundo o IBGE, sua população é de 329.082 habitantes (pesquisa do IBGE feita no ano de 2013).

A cidade é conhecida pela colonização germânica e as tradições que perduram em diversas celebrações ao longo do ano, destacando-se a Oktoberfest. Blumenau concentra em sua região central uma belo contraste entre a tradicional arquitetura enxaimel e os canteiros floridos bem cuidados, herança alemã, e a modernidade e eficiência de uma pequena metrópole. A cidade também destaca-se pelo turismo de eventos em diversas áreas econômicas.

EntendaEditar

Blumenau encontra-se na região do Vale do Itajaí, rodeada de morros. A cidade desenvolveu-se na margem do Rio Itajaí-Açu, que corta o vale.

HistóriaEditar

Blumenau foi fundada em 2 de Setembro de 1850 pelo alemão Hermann Bruno Otto Blumenau, um farmacêutico. Ele chegou na região com 17 colonos e encontrou uma região rica em mata atlântica e moradia de diversas tribos indígenas. A cidade desenvolveu-se rapidamente tornando-se um pólo têxtil no começo do século XX.

A partir da década de 1960, transformou-se em uma cidade com grande apelo turístico. Com a formação do centro, os subúrbios se espalharam pelas terras planas ao redor. Blumenau tornou-se uma região de forte imigração e ultrapassou a marca dos 300.000 habitantes no ano 2011.

GeografiaEditar

Blumenau faz parte do menor estado da região (tanto em tamanho quanto em população). A cidade se estende por 520km² e tem uma população de cerca de 300 mil habitantes.

ChegarEditar

De aviãoEditar

Atualmente o aeroporto de Blumenau não opera com aviões de passageiros. O aeroporto mais próximo é o de Navegantes, a aproximadamente 55 km de Blumenau de carro. O aeroporto encontra-se numa região estratégica entre as cidades de Itajaí, Balneário Camboriú e o Beto Carreiro World, pontos turístico que atraem milhares à região anualmente. Existe serviço de deslocamento no aeroporto para os turistas que quiserem vir à Blumenau.

De ônibusEditar

Blumenau recebe ônibus de diversas cidades e estados do país. Na rodoviária operam 10 empresas de ônibus intermunicipais e interestaduais, além de táxis e uma linha integrada com os terminais urbanos Fortaleza e Proeb (com saídas médias a cada 15 min). A estrutura apresenta ainda sanitários simples (gratuito) e sanitários com chuveiro (pagos), lanchonete e restaurante.

A rodoviária está localizada na Rua 2 de Setembro, 1222 (próximo à ponte tamarindo), funciona 24 horas por dia e fica a cerca de 10 minutos do centro da cidade.

Empresas operando na rodoviária de Blumenau:

  • Auto Viação Rainha Ltda, 47 3323-3228.
  • Coletivos Santa Terezinha, 47 3323-3206.
  • Empresa Auto Viação Catarinense, 47 3323-0690.
  • Empresa Eucatur Transportes, 47 3323-6363.
  • Empresa Nossa Senhora da Penha, 47 3323-3224.
  • Empresa Unesul Transportes, 47 3323-3728.
  • Empresa União Transportes, 47 3323-6363.
  • Empresa Viasul Transportes, 47 3323-6363.
  • Expresso Presidente Getúlio, 47 3323-3206.
  • Reunidas Transporte Coletivo S.A., 47 3323-3207.

De carroEditar

É possível vir até Blumenau pela BR 470, BR 101 e SC 301.

Vindo do norteEditar

  • Pela BR 101 - Venha pela BR 101 até o trevo com a BR 280. Siga em direção oeste até Guaramirim e pegue a SC 413. Vá no sentido sul até encontrar a rodovia Guilherme Jensen, conhecida como Dr. Pedro Zimmermann ou SC 474. Siga até o final da Pedro Zimmermann (atravessando a BR 470). Percorra todo o caminho (2 de setembro/Rua das Missões) até chegar na rua Bolívia. Pegue a direita até a rua Uruguai. Pegue a esquerda até a rua República Argentina. Vire a direita e siga até o centro de Blumenau (essa área é bem sinalizada, você pode se orientar pela placas).
  • Pela SC 301 - Siga pela SC 301 até a BR 280 e siga em direção leste/sul até Guaramirim e pegue a SC 413. Vá no sentido sul até encontrar a rodovia Guilherme Jensen, conhecida como Dr. Pedro Zimmermann ou SC 474. Siga até o final da Pedro Zimmermann (atravessando a BR 470). Percorra todo o caminho (2 de setembro/Rua das Missões) até chegar na rua Bolívia. Pegue a direita até a rua Uruguai. Pegue a esquerda até a rua República Argentina. Vire a direita e siga até o centro de Blumenau (essa área é bem sinalizada, você pode se orientar pela placas).

Vindo do oesteEditar

  • Pela BR 470 - Venha pela BR 470 sentido leste até chegar em Blumenau. Ao chegar no cruzamento com a SC 418 comece a ficar mais atendo, pois dentre mais alguns quilometros você precisará seguir pela Rua Dr. Pedro Zimmermann (Rodovia Guilherme Jensen ou SC 474). Siga até o final da Pedro Zimmermann (atravessando a BR 470). Percorra todo o caminho (2 de setembro/Rua das Missões) até chegar na rua Bolívia. Pegue a direita até a rua Uruguai. Pegue a esquerda até a rua República Argentina. Vire a direita e siga até o centro de Blumenau (essa área é bem sinalizada, você pode se orientar pela placas).

Vindo do sul/lesteEditar

  • Pela BR 101 - Venha pela BR 101 sentido norte passando por Florianópolis, Balneário Camboriú até chegar na BR 470. Siga em direção oeste sentido Blumenau. Ao chegar em Blumenau fique atento para seguir na rua Francisco Vahldieck. Siga em frente passando pela via expressa e desvie antes da ponte para pegar a rua 2 de setembro. Percorra todo o caminho (2 de setembro/Rua das Missões) até chegar na rua Bolívia. Pegue a direita até a rua Uruguai. Pegue a esquerda até a rua República Argentina. Vire a direita e siga até o centro de Blumenau (essa área é bem sinalizada, você pode se orientar pela placas).
  • Pela serra - A partir de Caxias do Sul, siga pela BR 116 até Vacaria. Desta cidade, siga até Lages e então pegue a SC 425 até Otacílio costa. A partir de então, siga a SC 436 até Rio do Sul onde é possível pegar a BR 470 para Blumenau. Este caminho tem menos rodovias duplicadas que a opção da BR 101, mas pode ser uma boa alternativa em finais de semana em que aquele caminho estará sabidamente congestionado, como feriadões ou datas comemorativas. Note que nesta opção, o motorista chegará pelo outro lado da cidade.

CircularEditar

Existem dois principais centros de informações para turistas em Blumenau, um na Rua XV de Novembro, esquina com a Rua Nereu Ramos e outro na Rua Itajaí. Nesses centros são disponibilizados mapas e orientações.

De ônibusEditar

O tranporte coletivo de Blumenau é muito eficiente e bastante simples. Existem vários terminais na cidade, sendo eles o da Fonte, o da Fortaleza, o do Garcia, o da Velha, o do Aterro e o da PROEB. Os terminais da Fonte e da PROEB encontram-se em pólos opostos do centro da cidade e são os mais importantes para os turistas. Os ônibus amarelos conectam o centro aos bairros e são as linhas mais usadas. Como a maioria dos hotéis se encontra na região central, o turista pode não necessitar de ônibus para as curtas distâncias. Há também o micro-ônibus "Para Todos", vermelho, que não para em pontos, e sim aonde o passageiro solicitar, conforme levanta a mão na calçada. Estes são equipados com ar condicionado e poltronas confortáveis. A tarifa para o ônibus convencional é de R$2,57 (exceto nos Domingos, que é R$1,50) e para o "Para Todos" é de R$3,20. Para mais informações, consulte o site da Seterb [2].

De carroEditar

O trânsito em Blumenau em horários de pico costuma ser bastante movimentado, porém mudanças recentes nas ruas da região central vêm gerando maior rapidez. As ruas são bem sinalizadas e há muitas sinaleiras com controle de ultrapassagem, portanto cuidado com multas. As três vias principais da cidade no centro são as paralelas Rua XV de Novembro, Rua 7 de Setembro e Avenida Presidente Castelo Branco (mais conhecida como Beira Rio).

De táxiEditar

A tarifa de taxi em Blumenau não é reajustada desde 15 de março de 2006. Existem vários pontos de taxi em regiões estratégicas da cidade, sendo a maioria deles no Centro. Existem os mais variados tipos de carros e motoristas. Você podera encontrar carros com amplo espaço interno, carros novos ou até motoristas bilingue, com muita experiencia em toda a região. Alguns carros já aceitam pagamentos com cartão de crédito. Contudo, apesar de pegar um taxi ser relativamente fácil, o interessado deve mesmo se informar na cooperativa de táxis de Blumenau através do tel. (47) 3339-4848 para esclarecer todas as dúvidas;(o serviço é 24h); inclusive referentes a custos de uma viagem.

VejaEditar

  • Sociedade Dramático Cultural Carlos Gomes - Inaugurado em 1939, é o teatro da cidade. O Teatro dispõe de 02 auditórios, um com capacidade para 822 pessoas e outro com capacidade para 226 pessoas, além de palco giratório, salas e salões de apoio. Localiza-se bem ao centro da cidade.
  • Praça Hercílio Luz - Uma das mais belas regiões da cidade, encontra-se no chamado Biergarten (jardim da cerveja em alemão). Nesta praça encontra-se o o monumento Voluntários da Pátria, que representa os soldados em luta na Guerra do Paraguai (1865/ 1870) e 2ª Guerra Mundial (1939/1945), o monumento em homenagem à fundação do município e aos primeiros dezessete imigrantes, além do Museu da Cerveja, da cervejaria Expresso e de uma magnífica vista da cidade na orla do Rio Itajaí-Açu. Na parte do antigo porto da cidade, onde é possível sentar-se à margem do rio, é comum aparecerem capivaras.
  • Ponte Aldo Pereira de Andrade - Conhecida como a "Ponte de Ferro", ela foi iniciada em 1929 e por muito tempo operou como parte da ferrovia Blumenau-Itajaí. Com o fim da ferrovia, foi restaurada e aberta à carros, passageiros e bicicletas em 1991. Atualmente liga o Centro ao bairro Ponta Aguda.
  • Centro Cultural - Antiga prefeitura, pegou fogo e foi substituída pela atual na década de 80. Reconstruída e restaurada, hoje abriga o centro cultural de Blumenau. Localizada no lado oposto da Praça Hercílio Luz, numa das mais belas regiões de Blumenau.
  • Prefeitura Municipal de Blumenau - Inaugurada em 2 de Setembro de 1982, a nova prefeitura foi construída toda em estilo enxaimel e é um dos mais belos marcos da cidade. Localizada na praça Victor Konder, onde também encontra-se a "Macuca", maria-fumaça usada na ferrovia Blumenau-Itajaí.
  • Alameda Duque de Caxias - Conhecida como Rua das Palmeiras, teve suas árvores plantas pelo fundador da cidade. Atualmente encontra-se nela o Museu da Família Colonial, a Biblioteca Municipal Fritz Muller e o Arquivo Histórico Prof. José Ferreira da Silva, além do estádio do Blumenau Esporte Clube e de outros prédios históricos.
  • Catedral São Paulo Apóstolo - Finalizada em 1956, substituiu a primeira igreja da cidade, datada de 1876. Construída com pedras de granito vermelho, a majestosa catedral apresenta um novo conceito arquitetônico para igrejas católicas. Com a igreja, veio uma torre de 45 metros com três sinos, simbolizando Jesus, Maria e o Espírito Santo. A torre encontra-se sobre as escadarias principais da catedral e além de visível na maior parte do centro, seus sinos são audíveis à longas distâncias.
  • Rua XV de Novembro - Reúne a maior parte das construções em estilo enxaimel da cidade. Além da Catedral, da Praça Dr. Blumenau e do Teatro Carlos Gomes, nela também se encontra o Castelinho da Secretaria de Turismo de Blumenau, já conhecido como Castelinho da Moellman ou Castelinho da Malwee. O prédio encontra-se na região mais central da cidade e é um ponto turístico muito visitado. A Rua XV de Novembro estende-se da Rua das Palmeiras até a Prefeitura Municipal e andar por suas calçadas é um roteiro obrigatório para ver as principais belezas de Blumenau.
  • Vila Germânica - Conhecida como PROEB até sua expansão em 2005-2006, é a sede da Oktoberfest, a maior festa da cerveja no Brasil. No mês de Outubro, centenas de milhares de pessoas se divertem nos pavilhões da Vila Germânica, ao som de música alemã.

FaçaEditar

EventosEditar

Blumenau é muito conhecida pela famosa festa do chope, a Oktoberfest, que ocorre no meses de outubro. É considerada a maior festa do chope do Brasil e a segunda maior do mundo, só perdendo para a original Oktoberfest de Munique. A festa foi criada em 1983, com incentivo de promover uma festa para animar a população após a grande enchente de 1983, aos poucos a festa veio se tornando conhecida e atraindo um grande número de turistas, então cidades vizinhas aderiram ao movimento e criando suas festas típicas nos meses de outubro.

AtividadesEditar

Caminhar pelo centro da cidade é uma atividade que não exige muito esforço e garante uma visita à maioria dos pontos turísticos da cidade. Este trajeto é conhecido como "Roteiro Turístico do Centro Histórico" e inicia-se na Ponte Aldo Pereira, mais conhecida como Ponte de Ferro, por ter sido por muitos anos passagem para o trem que ligava Blumenau à Itajaí. A ponte encontra-se no início da Rua Martin Luther, sobre o Rio Itajaí Açu, cujo leito é acompanhado pela Avenida Castelo Branco, mais conhecida como Beira Rio. O segundo ponto a se visitar é a Praça da Paz, erguida em 2006 e com um monumento em homenagem à ONU. A Prefeitura de Blumenau com seu característico estilo enxaimel encontra-se à frente, junto da Praça Victor Konder, da Macuca (a primeira locomotiva de Blumenau), da Figueira, do Monumento dos 150 anos da cidade e do Relógio das Flores, um dos únicos cinco no país. Na margem do leito, o Mirante dos primeiros imigrantes possibilita uma bela vista do centro da cidade, acompanhada de uma imensa bandeira do Brasil. A entrada na Rua XV de Novembro, principal via comercial e histórica da cidade, é logo a frente. Caminhando por suas calçadas de pedras róseas e cinzas logo alcança-se o Teatro Carlos Gomes, fundado em 1939, um dos únicos quatro teatros do Brasil com palco giratório e que passou recentemente por uma grande reforma de sua fachada e de seus jardins. Em seguida surge o Castelinho da Moellman, que abriga a Havan, um dos pontos mais famosos de Blumenau. Do outro lado da rua, a feirinha de artesanato e o antigo Colégio Franciscano Santo Antônio ocupam uma quadra que vai até a Catedral São Paulo Apóstolo, conhecida como Catedral Matriz de Blumenau, de arquitetura moderna e com sua torre de 45 metros com sinos eletrônicos. Este trecho da rua apresenta uma grande concentração de casas em estilo enxaimel, típicas da colonização da cidade, o que inclui a bela casa da Família Husadel, de arquitetura suíça. Alcançando-se o final da rua há a Praça Dr. Blumenau, o Centro de Informações ao Turista e a Beira Rio funde-se à Rua XV de Novembro. O Mausoléu da Família Colonial, a Fundação Cultural de Blumenau e o Biergarten (Jardim da Cerveja), encontram-se ao fim da rua. No Biergarten existe o Museu da Cerveja e a Cervejaria Expresso, com uma excelente vista da cidade. Na chamada Praça Hercílio Luz há também vários monumentos em homenagem aos habitantes da cidade. Perpendicular a Rua XV nasce a Alameda Duque de Caxias, mais conhecida como Rua das Palmeiras, onde encontra-se o Arquivo Histórico da cidade, o Museu da Família Colonial, o Cemitério dos Gatos e ao seu fim, a Igreja Luterana.

Nas proximidades do centro de Blumenau também recomenda-se a visita ao Museu da Água, próximo à Ponte de Ferro, em um morro que garante a melhor vista da cidade. No pólo oposto do centro há ainda o mirante do restaurante Frohsinn, próximo a Rua das Palmeiras. O Shopping Neumarkt, maior de Santa Catarina, encontra-se na Rua 7 de Setembro, paralela à rua XV, na altura da Catedral Matriz. Na Rua 7 encontra-se também o Hotel Glória com seu café colonial e quase em seu fim é cortada pela rua Humberto de Campos, que leva o turista em direção à Vila Germânica, local onde acontece todo ano a Oktoberfest.

AprendaEditar

Blumenau tem muitas escolas (particulares, estaduais e municipais), que vão de ensino fundamental á ensino médio. Faculdades também estão presente neste município. Blumenau tem mais de 80 (oitenta) escolas municipais e estaduais registradas. Existem várias escolas particulares disponíveis na cidade.

TrabalheEditar

CompreEditar

A principal via de comércio de Blumenau é a Rua XV de Novembro, que mantém-se movimentada quase todos os dias da semana. As lojas costumam abrir entre 8h e 9h da manhã e fechar entre 18h e 19h da noite. Nela encontram-se as lojas da Flamingo (cama, mesa e banho), Caça e Pesca, Blubel, entre diversas lojas de roupas, cristais, porcelanas, artesanato, além de serviços básicos como agências de praticamente todos os bancos, lotéricas, correios, etc. Na Rua XV encontram-se os shoppings Beira Rio e Shopping H (da malharia Hering).

Concorrente direto da Rua XV é o Shopping Neumarkt, que abriga redes e lojas nacionais. Entre as que se encontram no shopping estão a Renner, Riachuelo, Centauro, Hering Store, Havan, Naguchi, Chilli Beans, Colcci, Makenji, Levi's, M. Officer, Beagle, Gang, Lojas Americanas, Marisa, Studio Z, Livrarias Catarinense entre outras.

Na Via Expressa, próximo à Rodoviária de Blumenau, encontra-se o Shopping Park Europeu que conta com as lojas Zara, Memove, Havan, Makenji, Hering Store, Lojas Americanas, entre outras.

Já no Blumenau Norte Shopping, às margens da rodovia BR 470, encontram-se as lojas Renner, Centauro, Hering Store, Havan, Chilli Beans, Makenji, Beagle, Gang, Lojas Americanas, Marisa, Magazine Luiza, Casas Bahia, Kalunga entre outras lojas satélite.

O shopping do CIC, localizado próximo da rodoviária (na Rua 2 de Setembro) possui grandes variedades de lojas de roupas com preços mais acessíveis, geralmente de malharias de Blumenau ou região, o que vale a pena conferir.

A Vila Germânica, onde ocorre a Oktoberfest também abriga uma pequena via de comércio com lojas de produtos típicos e souvenirs da cidade e da festa.

ComaEditar

EconômicoEditar

O Restaurante Rodolfu's fica bem no coração de Blumenau, tendo diante de si o tradicional Teatro Carlos Gomes. Fica na Rua XV de Novembro nº 1170. Lá o visitante encontra um buffet não tão variado, porém bom e em conta: com R$ 5,50 pode-se comer à vontade. A única restrição é o copo de suco (direito a apenas 1) e duas misturas.

O Restaurante do Tio Leco é uma ótima opção para quem não quer gastar muito. O Buffet normal custa R$ 8,50, mas é Buffet de R$ 6,00 que vem acompanhado de um refri de R$0,50, Coca-cola o Kuat é que dá fama ao local. Restaurante Tio Leco, ao lado do Shopping H.

MédioEditar

Uma boa opção de prato típico é o Marreco servido no bar Grünner Platz. Para quem não conhece, marreco tem sabor similar a frango caipira, e este vem acompanhado de spätzle (um tipo de massa) ambos regados em um molho branco. Acompanha uma porção de maçã caramelada. No final de 2009, duas pessoas comiam este prato por em torno de 50 reais com acompanhamento de chope.

EsbanjeEditar

  • Churrascaria Ataliba com média por pessoa de R$50,00,tem uma grande variedade de carnes um ótimo estabelecimento.

Beba e saiaEditar

Estação Eisenbahn (Bar da Fábrica) - Rua Bahia, 5181. Salto Weissbach. Fone: 47 3488-7307

Bierland (Bar da Fábrica) - Rua Gustavo Zimmermann, 5361. Itoupava Central. Fone: 47 3337-3100

The Basement Pub (Pub inglês) Rua Paul Hering, 35. Centro. Fone: 47 3340 0534

Figueira Restaurante & Choperia Rua Mariana Bronnemann, 527. Velha. Fone: 47 3035-3710

Brimo's Bar (Bar/Restaurante Árabe) Rua Antonio da Veiga, 484. Victor Konder. Fone: 47 3340-6035

Butiquin Wollstein Rua Marechal Floriano Peixoto, 89. Centro. Fone: 47 9982-4292

DurmaEditar

EconômicoEditar

  • Ibis, Rua Paul Hering, 67. Tel. (47) 3221-4700. [3]

MédioEditar

  • Mercure, Rua Curt Hering, 80. Tel. (47) 3326-7744. [4]

EsbanjeEditar

  • Plaza Blumenau, Rua 7 de Setembro, 818 - Centro. Tel. (47) 3231-7000. [5]
  • Himmemblau Palace, Rua 7 de Setembro, 1.415. Tel. (47) 3036-5800. [6]

Mantenha contatoEditar

SegurançaEditar

Blumenau é uma cidade segura para os índices brasileiros. A região central da cidade é monitorada com câmeras, o que diminui em muito o índice de assaltos, que mostrava um crescimento nos anos anteriores. Os subúrbios e outras regiões raramente visitadas por turistas apresentam taxas de crime superiores.

Apesar da segurança, recomenda-se ficar atento aos seus pertences. Na época da Oktoberfest o índice de crime aumenta muito, principalmente devido à ingestão de álcool de alguns turistas e pelo fato de que o maior número de pessoas na cidade atrai criminosos das regiões mais perigosas. Ainda assim, os números de assaltos não atingem números preocupantes.

SaúdeEditar

Blumenau conta com três hospitais na região central da cidade: dois públicos (Santa Isabel e Santo Antônio) e um privado (Santa Catarina). Os três encontram-se próximos ao início da Rua XV.

CotidianoEditar

Muitos blumenauenses trabalham na região central, o que gera um deslocamento em massa nos horários de pico (das 7 às 9 da manhã e das 5 às 7 da noite). Os ônibus costumam encher facilmente e as vias geram congestionamentos. Por ter sido colonizada por europeus, as vias em Blumenau geralmente são estreitas e muito recortadas, o que dificulta o trânsito.

A maioria dos colégios particulares e dos edifícios comerciais encontram-se em volta da Rua XV de Novembro. Existem colégios públicos no Centro também, mas a maioria fica distribuída nos bairros. É comum serem vistos estudantes pelas ruas nestes horas, uma vez que a grande maioria volta para casa a pé ou de ônibus.

Poucos eventos alteram a rotina do blumenauense típico durante o ano. Existem poucas opções de bares e festas. Alguns preferem deslocar-se para o litoral para curtir a vida noturna. Os bares de Blumenau geralmente não são temáticos e as baladas relativamente pequenas. O maior atrativo são os restaurantes, estes sim típicos.

A Oktoberfest muda o cotidiano da população da cidade, uma vez que a população aumenta em muito. A região central da cidade, principalmente a Rua XV de Novembro, tem seu trânsito dificultado, uma vez que eventualmente as ruas são fechadas por causa do grande fluxo de pessoas. Esse fluxo se direciona para a Vila Germânica durante a noite.

PartirEditar

Este artigo é usável. Ele contém informações sobre como chegar e algumas indicações completas de restaurantes e hotéis. Uma pessoa mais corajosa poderia utilizá-lo para viajar, mas por favor mergulhe fundo e ajude-o a crescer!